Nikita Mazepin explica sua mudança em Baku que irritou Mick Schumacher

Nikita Mazepin explica sua mudança em Baku que irritou Mick Schumacher

 Nikita Mazepin insistiu que sua jogada que irritou o companheiro de equipe Mick Schumacher no Grande Prêmio do Azerbaijão foi simplesmente "um mal-entendido".

Na corrida para a bandeira quadriculada em Baku, Schumacher derrotou seu colega de Haas pelo 13º lugar, enquanto os dois novatos alcançavam suas melhores posições finais na Fórmula 1.

Mas, ao fazer isso, o alemão se viu espremido contra a parede à direita dos longos fossos enquanto Mazepin cruzava em um movimento defensivo.

Schumacher imediatamente gesticulou para seu companheiro de equipe e entrou no rádio da equipe, dizendo “O que diabos foi isso, honestamente? Sério, você quer nos matar? 

O chefe da equipe, Guenther Steiner, reconheceu o incidente e disse após a corrida que "tudo foi resolvido e limpamos o ar, houve um mal-entendido."

Agora Mazepin deu continuidade a essa avaliação e descreveu o que aconteceu de sua perspectiva, dizendo que esperava que o atual campeão da Fórmula 2 tentasse ultrapassá-lo pela esquerda, e não pela direita, e que não pretendia 'assustar ninguém' .

"Em Baku, tive um mal-entendido com base na minha experiência e nas minhas expectativas em relação às ações de Mick", disse o piloto nascido em Moscou ao site sports.ru.

“Em geral, ao passar um adversário, o piloto escolhe uma trajetória interna, é a mais lucrativa na frenagem.

“Claro, eu comecei tarde na manobra de bloqueio, mas é o que todo mundo faz. E eu não tinha ideia de que Mick queria ficar na trajetória externa.

“Quando eu vi nos espelhos, voltei imediatamente para a trajetória antiga porque se continuasse a manobra provavelmente cairíamos.

“O momento foi apenas um mal-entendido. Achei que Mick iria para a esquerda, por dentro, como qualquer ultrapassagem durante um Grande Prêmio, se você o visse, todo mundo estava fazendo isso. Ele foi para a direita.

“Provavelmente [sendo] a última volta desempenhou um papel e eu não esperava por isso. Mas, claro, não tinha a intenção de assustar ninguém.

Apesar disso, não é provável que afugente um oponente da F1, de acordo com Mazepin.

"Na Fórmula 1, todo mundo é um piloto de alta classe, ninguém pode ter medo", acrescentou o piloto de 22 anos.

"Em tal tentativa, os motoristas geralmente não soltam o acelerador ou ultrapassam seu rival de qualquer maneira, ou ocorre um acidente e alguém é penalizado, nada de bom sai."

2 Comentários

  1. Que bom que não tem mais F1 na porra da #Globolixo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, Também acho cara! Emissora é um LIXO....

      Excluir

Postar um comentário