Sérgio Sette Câmara substitui Pietro Fittipaldi na Super Fórmula em 2020

sergio-sette-camara-substitui-pietro-fittipaldi-na-super-formula-em-2020

Neto de Emerson Fittipaldi iria disputar a categoria japonesa em 2020, mas acabou mudando de planos.


Após ser anunciado de forma surpreendente como piloto reserva da Red Bull na Fórmula 1, o brasileiro Sérgio Sette Câmara voltou a ser o centro das atenções nesta segunda-feira, quando foi anunciado como substituto do conterrâneo Pietro Fittiipaldi na Super Fórmula.

Neto de Emerson Fittipaldi, Pietro assinara com a equipe BMax-Motopark para correr na categoria nipônica com o objetivo de conquistar a superlicença para a F1, mas conquistou os pontos necessários na Fórmula 3 Asiática, no início deste ano.

Com isso, Fittipaldi ficou de fora da equipe em função de "conflitos de interesse de patrocinadores" e abriu caminho para Sette Câmara, que já tinha a superlicença por sua temporada na Fórmula 2 buscava se manter ativo com vistas a uma eventual oportunidade na F1.

A experiência do mineiro na Super Fórmula será a sua primeira no automobilismo japonês, mas o piloto do Brasil já correu na BMax-Motopark nas temporadas 2015 e 2016, no Campeonato Europeu de Fórmula 3.

"Estou confiante de que esta é a melhor direção para minha carreira", comemorou Sette Câmara. “A Super Fórmula é o carro de corrida mais rápido depois da F1 e as equipes aqui estão trabalhando no mais alto nível.

"Quero agradecer à BMax Motopark por esta oportunidade - já trabalhei com eles antes e tenho certeza de que podemos conseguir grandes coisas nesta categoria também", completou o piloto brasileirou.

O chefe da Motopark, Timo Rumpfkeil, acrescentou: "É um prazer receber Sérgio de volta à nossa equipe. Ele não precisa de apresentações: é um dos talentos mais interessantes do mercado e é sempre um grande prazer trabalhar com um piloto de qualidade".

“Há uma história forte entre o Team Motopark e Sergio - demos a ele suas duas primeiras temporadas na Europa em 2015 e 2016 na Fórmula 3 e novamente no GP de Macau em 2017, então parece que ele está voltando para casa.

"É uma clara vantagem conhecê-lo muito bem e vice-versa, isso nos permitirá começar em um alto nível desde o início. O desenvolvimento do carro correu bem e estamos confiantes de que estamos em uma boa posição para a próxima temporada", completou.

Entretanto, resta saber quando será realizado o início do campeonato da Super Fórmula 2020. As duas primeiras provas foram adiadas devido à pandemia de coronavírus. O campeonato tem estreia marcada para meados de maio, o que não deve ocorrer.

Comentários