Mercedes Queria Correr GP da Austrália Depois Mudou de Ideia

F1 – Mercedes: A equipe que mudou de ideia para selar o destino do GP da Austrália.

mercedes-queria-correr-gp-da-australia-depois-mudou-de-ideia

As equipes tiveram uma reunião para discutir se o GP da Austrália deveria ou não ir em frente depois que um membro da equipe McLaren teve o teste positivo para coronavírus. Os últimos relatos sugerem que foi a Mercedes quem decidiu o destino da corrida após a votação ter ficado empatada.

Pelo menos foi o que disse Roberto Chinchero, um jornalista da filial italiana do Motorsport.com. A posição da McLaren era clara, um dos membros da equipe havia declarado positivo para o coronavírus e por isso esta equipe já havia se retirado com certeza.

As outras equipes que já tinham decidido sair naquela época eram Renault, Alfa Romeo e Ferrari. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen estavam até no avião voltando para casa.

Red Bull Racing, Alpha Tauri, Racing Point e Mercedes, todas queriam que a corrida seguisse em frente. Haas e Williams, equipes clientes, não participaram no início e depois seguiram a opinião de seus fornecedores de motores. Chegou-se a um impasse.

Até que, segundo Chinchero, Toto Wolff recebeu uma ligação de Ola Kallenius, o grande chefe do grupo Daimler. Ele colocou o bem-estar de todos os membros da equipe em primeiro lugar e ordenou que Wolff mudasse sua posição. Com isso, o impasse chegou ao fim: corrida cancelada.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.