Igor Fraga revela convite para Red Bull

igor-fraga-revela-que-convite-para-red-bull-surgiu-em-locadora-de-automoveis

Mais novo representante do programa de jovens pilotos da Red Bull falou sobre convite feito pelo próprio consultor da equipe e se haverá alguma meta para se manter nos próximos anos.

O ano de Igor Fraga está saindo melhor que o planejado. O brasileiro foi o grande campeão da temporada 2020 da Toyota Racing Series na Nova Zelândia, em fevereiro e, logo depois, foi anunciado como o mais novo integrante do Red Bull Junior Team, um dos programas mais desejados entre os iniciantes do esporte.

“Estou muito feliz em poder fazer parte do Red Bull Junior Team e, para mim, é uma conquista muito grande, após todos esses anos de trabalho duro”, disse Fraga. “Venho me entregando ao automobilismo desde pequeno, sei que ainda tem muito chão pela frente, mas querendo ou não, venho me aproximando da realização de um sonho, tenho uma motivação adicional e vou continuar me empenhando ao máximo.”

“Retornando da Nova Zelândia, tínhamos acabado de chegar à República Tcheca, estávamos pegando um carro na locadora, e recebi um telefonema do Dr. [Helmut] Marko, me dando os parabéns pela temporada da Toyota Racing Series. Ele não deu muitos detalhes, mas foi agendada uma reunião na Áustria, tivemos que dar um pulo lá naquele fim de semana, conseguimos acertar tudo e assim foi minha entrada na Red Bull.”

O programa de jovens pilotos da Red Bull é um dos mais desejados, mas é um dos mais duros envolvendo as equipes que estão na F1. Grandes nomes já foram dispensados, mas conseguiram fazer sucesso em outros ares. Fraga também falou se foi colocada uma meta de resultados para a continuidade no programa.

“Não há uma meta. Quando a Red Bull me contatou, a equipe, patrocinadores e eu já tínhamos tudo definido para esse ano, mas será feita uma avaliação da Red Bull.”

“A equipe em que vou competir na F3, a Charouz Racing System, está na posição de desafiar os times grandes dentro da categoria. Creio que a motivação deles é alta em querer superar esses desafios. Isso é positivo, e da minha parte, vou me empenhar ao máximo para conquistar esses objetivos, além de somar grandes resultados durante a temporada.”

Fraga lamentou não poder entrar na pista no Bahrein, quando a F3 começaria sua temporada, adiada por causa da pandemia do coronavírus. Quanto à categoria em que vai competir esse ano, ele falou sobre a principal novidade que terá que encarar, após os testes no próprio local: os pneus.

“O teste da F3 no Bahrein foi de grande aprendizado. O composto da Pirelli é bem diferente, o desgaste é bastante acentuado. Ele piora bastante de uma volta para outra, você tem que mudar seu estilo de pilotagem para tentar poupar ao máximo sem ficar lento na pista. Para virar uma volta rápida, você tem apenas uma chance, é muito diferente de tudo que já experimentei no passado.”

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.