Felipe Massa, Acredita que pressão de Fernando Alonso sobre ele era maior do que a de Leclerc sobre Vettel na Ferrari

No entanto, brasileiro elogia monegasco e o coloca como candidato ao título mundial de Fórmula 1 se a Ferrari lhe fornecer um carro em condições na temporada 2020


Felipe Massa, Acredita que pressão de Fernando Alonso Alonso sobre ele era maior do que a de Leclerc sobre Vettel na Ferrari


Oito temporadas e 11 vitórias como piloto da Ferrari na Fórmula 1. Felipe Massa conhece como poucos os bastidores da equipe mais famosa do mundo, e a rivalidade entre Sebastian Vettel e Charles Leclerc é acompanhada pelo brasileiro. Vice-campeão mundial em 2008, Massa fez um paralelo entre a pressão que o monegasco tem colocado no alemão com a convivência vivida entre ele e o espanhol Fernando Alonso entre as temporadas de 2010 e 2013.

- Eu acho que foi mais difícil para mim com Alonso do que ele com Vettel. Fernando era muito bom em colocar você sob pressão. Ele não deixava você em paz, na verdade, apenas Hamilton foi capaz de mantê-lo para trás. Leclerc é natural. Ele aprende novas pistas muito rapidamente e tem um grande instinto, mas não é só isso: ele é esperto, pensa no carro e pensa no que fazer antes de fazer as coisas. Isso o ajuda a cometer menos erros. No ano passado, ele melhorou durante a temporada em comparação com (Max) Verstappen, que passou anos cometendo erros. Leclerc melhorou muito mais rapidamente - disse Massa ao jornal "La Gazzetta dello Sport".

Por outro lado, Felipe vê boas chances de Leclerc conseguir se impor no duelo interno com Vettel, como já aconteceu no ano passado. Em 2019, o monegasco venceu mais corridas (2 a 1), fez mais poles (7 a 2) e somou mais pontos (264 a 240) do que o tetracampeão. Até o chefe da Ferrari, Mattia Binotto, admitiu que Vettel foi pego de surpresa pelo desempenho de Leclerc.

 Sempre achei que Leclerc poderia colocar Vettel sob pressão, como Ricciardo fez na RBR. A primeira vez que o conheci, estávamos em Monte Carlo com um patrocinador. Fomos eu, Jules Bianchi e Charles, ele era um garoto legal. Segui sua carreira, o vi na GP3 e imediatamente pensei que ele chegaria ao topo. Eu o considero um grande talento. Ele provou ser rápido em todas as categorias, venceu em todos os lugares e, quando chegou à F1, imediatamente provou ser bom com a Sauber e continuou com a Ferrari.

Por fim, Massa decretou que o sucesso de Leclerc só dependerá de a Ferrari lhe entregar um carro capaz de brigar pelas vitórias com regularidade.

Se ele tiver um carro bom o suficiente para competir com a Mercedes, ele ganhará o título - finalizou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.