Leclerc se diz “sortudo” por seguir na classificação após bater no Q1 da Hungria


Charles Leclerc não contava com o retorno à pista após rodar e bater no Q1. O monegasco acabou escapando de um erro “completamente desnecessário” e avançou ao Q3, onde voltou a derrotar Sebastian Vettel para largar em quarto

Charles Leclerc combinou talento com sorte na atuação do treino classificatório deste sábado (3) na Hungria. O monegasco acredita que fez um bom trabalho ao garantir o quarto lugar no grid de largada, mas recordando de um detalhe: escapar sem danos sérios do acidente no Q1 foi uma benção após um erro “desnecessário”.
“Eu fui muito sortudo”, definiu Leclerc. “Muita sorte por conseguir andar outra vez. Preciso agradecer a todos na equipe pelo que fizeram. Foi um erro completamente desnecessário. Agora são dois erros em dois GPs. O primeiro eu diria que é aceitável, mas o segundo definitivamente não é. Se eu tivesse ficado preso no muro, seria muito pior. Preciso aprender com esses erros, então vou trabalhar em cima disso”, seguiu.

A batida de Leclerc aconteceu após uma rodada na última curva. O monegasco bateu de traseira contra a barreira de pneus. Deu para levar o carro de volta aos boxes, onde a Ferrari conseguiu fazer reparos rápidos.
Com carro novamente inteiro, Charles avançou ao Q3 e conseguiu inclusive superar o companheiro Sebastian Vettel. O #16 larga em quarto, com o #5 em quinto. O lado negativo foi não entrar de vez na luta pela vitória.
“Por outro lado, foi um Q3 muito positivo da minha parte. Nós ficamos 0s5 atrás, que não é onde queremos estar, mas fiquei bem feliz com minha volta como um todo”, encerrou.


Fonte:grandepremio

Comentários