Hamilton crava pole na Alemanha em Drama da Ferrari


Em treino marcado por drama da Ferrari, Hamilton crava pole na Alemanha.

Sebastian Vettel e Charles Leclerc tiveram que abandonar por causa de problemas. Hamilton aproveitou e larga na pole.

Em sessão classificatória marcada por desistências dramáticas da dupla da Ferrari, Sebastian Vettel e Charles Leclerc, o britânico Lewis Hamilton se aproveitou da confiabilidade da Mercedes e cravou a pole position para o GP da Alemanha de Fórmula 1 com o tempo de 1min11s767.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, larga em segundo. Já Valtteri Bottas, finlandês da Mercedes, sai do terceiro posto. O francês Pierre Gasly larga em quarto com a Red Bull. Campeão mundial de 2007, Kimi Raikkonen sai da quinta posição com a Alfa Romeo.

O treino

A primeira parte da sessão começou com drama para Vettel. Quando o tetracampeão começava a fazer voltas cronometradas, um problema na unidade de potência de sua Ferrari o obrigou a retornar para os boxes.

Os mecânicos do time de Maranello até tentaram, mas não puderam resolver o problema no motor do piloto da casa a tempo. Mais uma grande decepção para Vettel, que ficara no top-3 em todos os treinos livres, com direito à liderança no primeiro. Ele larga em último.


Do outro lado do grid, o companheiro do alemão voou para liderar o Q1: Leclerc cravou 1min12s229 e terminou a primeira parte da sessão na ponta. Céu e inferno para a Ferrari no princípio do treino classificatório.

Verstappen avançou em segundo, à frente de Hamilton, Gasly e Kimi Raikkonen, finlandês da Alfa Romeo. Os eliminados foram Lando Norris, Alex Albon, George Russell, Robert Kubica, além de Vettel.

Q2

Na segunda parte do treino, foi a vez de Verstappen passar por situação dramática. Assim como Vettel, o piloto relatou problemas de potência e assustou os fãs. Entretanto, a Red Bull voltou à plena forma e o holandês avançou para a briga pela pole em quinto.

Quem passou em primeiro foi Hamilton, com a marca de 1min12s149. Leclerc avançou em segundo, à frente de Gasly e Bottas. Os eliminados foram Antonio Giovinazzi, Kevin Magnussen, Daniel Ricciardo, Daniil Kvyat e Lance Stroll.

Q3

Assim como no Q1 e no Q2, a última parte do treino também teve desespero. E novamente na Ferrari: desta vez, Charles Leclerc teve que abandonar a disputa pela pole position. O carro do monegasco teve problemas e tirou um dos favoritos a largar na frente.


No fim das contas, tudo conspirou em favor de Hamilton, que cravou mais uma pole position na temporada 2019 da Fórmula 1. Já Leclerc terá que se contentar com o décimo lugar do grid de largada.

Fonte:motorsport

Tecnologia do Blogger.