Comentários Pós Corrida Gp Alemanha 2019 Haas


Haas

Para Haas levar para casa os dois carros nos pontos vale a pena comemorar, mesmo que tenha chegado ao final de uma corrida que mais uma vez envolveu o contato entre seus pilotos. Grosjean estava à frente na pista e, portanto, tinha a estratégia preferencial de pit-stop, com a equipe optando por jogar e deixar o Magnussen fora de casa. Isso saiu pela culatra, assim como a decisão posterior de lançar o Dane cedo para pneus macios. Apesar de ter entrado no pit lane seis vezes para os cinco do seu companheiro de equipe, os dois ainda terminaram no mesmo trecho e, previsivelmente, vieram juntos com a sorte de correr para casa sem muito dano.
Romain Grosjean, 7
“Estou muito feliz com o duplo ponto final. Era obviamente uma espécie de corrida maluca. Não acho que tenhamos resolvido nosso ritmo de corrida. Quando você vê o meio-campo sendo na frente de nós e apenas o Williams atrás. De qualquer forma, sobrevivemos quando tivemos que sobreviver, mas foi muito difícil. Você viu todos os caras top saindo e saindo da pista - as condições eram muito complicadas. Estou feliz por ter terminado em dois pontos, mas quando vires uma Toro Rosso no pódio, desejas estar lá. Com toda a experiência que temos, devemos ser capazes. É só que o ritmo de corrida nos cruzamentos e slicks não foi bom o suficiente. ”
Kevin Magnussen, 8º
“Foi uma corrida muito louca. Foi divertido e emocionante durante todo o tempo. Há sempre decisões difíceis de fazer com todas as mudanças climáticas, ter que decidir os pneus e assim por diante. A forma como ganhamos o ponto de hoje foi ser bom no pneu seco nas condições mistas. Foi quando fizemos a oposição. No seco não tínhamos ritmo, então caímos de volta. Pelo menos temos os dois carros nos pontos, acho que não poderíamos ter feito isso no seco. ”
Guenther Steiner, diretor da equipe
“O resultado parece melhor do que é. Nossa velocidade não estava lá, mas nos mantivemos fora de problemas. No final, eu diria que tiramos tudo da situação em que estávamos. Só precisamos continuar trabalhando. ”